Tuesday, April 10, 2007

ENTORSES TIBIO-TÁRSICOS






Uma das lesões mais frequentes nos atletas, nomeadamente nos futebolistas, é o entorse tíbio-társico (vulgarmente apelidado de entorse do tornozelo). Este dá-se quando a articulação em causa é levada a movimentos extremos de supinação (entorse por inversão – pé virado para “dentro”), sem dúvida a situação mais vulgar ou, de pronação (entorse por eversão – pé virado para “fora”), o menos vulgar dos entorses tíbio-társicos.
Desengane-se quem pensar que só os jogadores de futebol estão sujeitos a este tipo de lesões. Uma vulgar pessoa ao descer um degrau das escadas ou, ao pisar uma simples pedra, pode contrair esta lesão. É certo que os desportistas, principalmente todos aqueles que fazem uso dos membros inferiores para a prática do desporto, estão mais propensos ao aparecimento destas lesões.
Nestes casos a prevenção é fundamental pois, como diz o nosso povo: “Mais vale prevenir do que remediar”.
Ligar os pés, demora menos do que cinco minutos e um entorse de Grau I, exige um tempo de paragem de onze dias. Sei que na maioria dos casos de entorses de Grau I, o tempo de paragem é inferior a estes onze dias. Eu próprio (e não sou mais do que ninguém, nem herói sendo até limitado na área da saúde onde todos os dias aprendo), já tive atletas que saíram lesionados no jogo de domingo com um entorse tíbio-társico de Grau I e jogaram no domingo seguinte. Mas, reconheço, jogaram limitados.

Entorses quanto ao grau

GRAU I – Distensão do ligamento sem roturas microscópicas, mínimo inchaço ou sensibilidade, perda funcional mínima, sem instabilidade mecânica da articulação;
GRAU II – Rotura microscópica parcial do ligamento com dor, inchaço e sensibilidade moderados nas estruturas envolvidas. Pouca perda do movimento articular e instabilidade leve ou moderada;
GRAU III – Rotura completa do ligamento com inchaço pronunciado, hemorragia e sensibilidade. Perda de funções e grave instabilidade articular. Impotência funcional. Dificuldade até para suportar o peso do próprio corpo.

Nos casos mais graves o entorse pode provocar um arrancamento ósseo. O único caso que presenciei até hoje foi no meu próprio caso. Em 1995, numa “peladinha” de futebol de salão (futsal) com uns amigos, pisei inadvertidamente a bola e logo senti um “estalo”. É de salientar que naquele momento usava caneleiras com protecção da articulação tíbio-társica, meias de enchimento, meias normais (vulgo meiões) e ambos os pés ligados. Nada resultou. Provavelmente limitou a gravidade de uma lesão já de si grave. Provavelmente, devido ao meu passado enquanto desportista, tinha (e ainda tenho) uma massa muscular bem desenvolvida e tendões (ligamentos) resistentes. Assim, como devido ao mecanismo da lesão, como não foi “possível” rasgar nenhum tendão, houve um arrancamento ósseo. Um médico, com quem falei na altura, deu-me uma curiosa imagem de uma fita-cola colada a uma parede (assim são os nossos tendões unindo os músculos aos ossos). Quando a fita é puxada, das três uma: Ou fica demasiadamente esticada, perdendo a sua elasticidade (distensão/estiramento), ou rasga (rotura) ou ainda arranca a tinta ou estuque da parede (arrancamento ósseo).

Tratamento

Uma das formas mais comuns de tratamento dos entorses tíbio-társicos menos graves é seguindo a sigla RICE (arroz em inglês)
Repouso
Ice (gelo)
Compressão
Elevação
O gelo é fundamental nas primeiras 72 horas. Este tem características analgésicas ou anti-álgicas (diminuição da dor), anti-hemorragicas (diminuição dos derrames) e anti-hematomas (reduzindo os hematomas)

Como fazer a aplicação do gelo?

Durante anos, sempre ouvi dizer que deveríamos colocar uma toalha grossa e dobrada sobre a região lesionada e por cima desta, um saco com gelo. Diziam ainda que em caso algum deveríamos fazer a aplicação directa do gelo devido ao perigo das queimaduras térmicas.
A aplicação tópica de sprays à base de cloreto de etilo, de arnica ou outros apenas dão uma analgesia parcial e temporária, nada resolvendo, dando muitas vezes origem a queimaduras de 2º grau quando usados indevidamente. Hoje existem sacos com gel de silicone, excelentes para a aplicação de frio.
Quanto à questão da aplicação de gelo directo, há que desmistificar o mito. Sou de opinião que o gelo se pode (e deve) ser aplicado directamente sobre a lesão, desde que sobre a forma de massagem, sempre no sentido da circulação de retorno (por exº do tornozelo para a coxa), devendo haver o cuidado para sistematicamente pesquisar a temperatura exterior da pele para evitar qualquer queimadura. Um simples cubo de gelo aplicado desta forma é bem mais eficaz do que um saco cheio de gelo.

Prevenção

Um correcto aquecimento (incluindo os alongamentos) é fundamental para a prevenção de entorses. Outros dos meios mais eficazes é aquilo que vulgarmente chamamos de “ligar os pés”.
Sei que a maioria dos atletas é averso a ligar os pés, dizendo que as ligaduras são incomodativas e que lhes restringe os movimentos. Por vezes, mesmo aqueles que ligam os pés fazem-no de forma errada. Os pés devem ser ligados com uma ligadura elástica (e não uma vulgar ligadura de pano ou de “cambric”), de forma a contrariar o sentido “normal” dos entorses mais vulgares (entorse por inversão). Assim, deve o pé ao ser ligado ser “puxado” para cima e “para fora”. Embora sejam muito mais práticos, os pés elásticos não produzem o mesmo efeito, excepção feita ao pés elásticos com tira preventiva de lesões.
Hoje no mercado já existe disponível um tipo de “calcanheira” com saco de gel que permite a um atleta lesionado com um entorse de Grau I, continuar a sua actividade física, fazendo simultaneamente aplicação de frio na articulação. Existe ainda uma panóplia de produtos com funções preventivas e curativas desconhecidos de grande parte dos agentes desportivos.

65 comments:

Smg said...

Tive muitas entorses e confesso que não gosto nada, mas mesmo nada de jogar com os pés ligados!Sinto-me pouco confortavel! Confesso que ainda erro quanto a este aspecto mas, eu não posso estar sempre a sacrificar-me financeiramente para adquirir material para mim (não tenho condições financeiras para tal). O facto é que é necessário e neste momento estou somente a proteger o pé mais lesado! Eu ja tive 3 entorses, 2 com alguma gravidade e fiquei sem jogar durante algum tempo.
Eu sei que é pouco ético em algumas palavras que disse em cima mas sinceramente por tudo o que já passei no clube.... o Sr joão assistiu a algumas das minhas lesões e sabe me ajudou muito nessas alturas... se não fosse por ele não tratava de mim da maneira correcta. OBRIGADA!

O MASSAGISTA said...

Cara amiga. Não estamos a falar de grandes verbas. Um par de ligaduras elásticas custam menos de 4,00€. O pé elástico com a fita em neoperene não custa mais do que 40,00€. Estas verbas, na minha opinião, deveriam ser suportadas pelo teu clube, uma vez que nada recebes e a lesão foi causada ao serviço do clube. É a minha opinião.

Smg said...

eu sei que juntando um pouco comprava com todo o gosto... mas o facto é que a equipa por vezes não ve os sacrificios que faço como pessoa e como jogadora e acredita que já gastei muito dinheiro sem ter nada em troca...nem uma palavra sequer... e sabes bem que gastei ha pouco tempo algum dinheiro por causa de exames e medicamentos e essas coisas por causa da queda violenta que tive... imagina agora o que já nao gastei em 12 anos de federada....
Eu não me importo, mas agora tenho outros encargos e tenho de pensar primeiro nas minhas prioridades...infelizmente não tenho outra opção...

O MASSAGISTA said...

Cara amiga.
Compreendo perfeitamente o teu ponto de vista. Mas, insisto na responsabilização dos clubes nessas áreas. Infelizmente ainda não é obrigatório haver uma pessoa com conhecimentos na área de saúde nos clubes. No entanto, a despesa "gasta" num BOM pé elástico, numa ortotese ou numa outra qualquer situação preventiva ou curativa do atleta, não é mais do que uma forma de abreviar o seu sofrimento e uma forma de lhe dizer obrigado. Fui voluntário em várias instituíções e sempre gostei de ver reconhecido o meu trabalho embora não fosse esse o meu objectivo. O apoio na área da saúde aos atletas amadores (voluntariado) nada mais é do que uma forma de dizer: Muito obrigado.
Brevemente, irei publicar um artigo de opinião sobre este assunto.

Bao said...

Excelente post. Bastante esclarecedor sobre uma lesão bastante frequente e da qual já fui vitima umas 7 vezes(muito por culpa a meu ver do mau tratamento na 1ª vez) no mesmo pé entre futebol e basquetebol. Comecei a ligar os pés sempre que jogo futebol, mas porque acho que dá uma enorme trabalheira voltar a enrolar as ligaduras muitas vezes não o faço.
Parabéns pelo excelente post.

O MASSAGISTA said...

Caro amigo (permita trata-lo assim)
Uma vez mais honra-me com uma visita ao meu humilde blog.
As ligaduras podem dar algum trabalho a enrrolar, aceito. No entanto como desportista, certamente também passa graxa nas chuteiras. O tempo é o mesmo sensivelmente. Uma última palavra (publicidade à parte). Como sabe sou sócio de uma firma que vende ligaduras elásticas. Se lhe dão assim tanto trabalho, terei todo o prazer de lhe vender as que necessitar.

Bao said...

:)

João Eduardo said...

Estive a ler as informações e digo desde já que são muito úteis.
Tive uma entorse de grau II (classificada pela fisiatra)ao jogar volei, caí em cima de um pé de de outro jogador... isto faz mais de 5 semanas e o meu tornozelo continua bastante inchado, a parte exterior principalmente. ainda não posso praticar desporto... sei que deve ler ou ouvir isto muitas vezes... mas o que tecnicas posso utilizar para baixar o inchaço e para recuperar a mobilidade? (ja estou a fazer sessoes de fisioterapia... o que me preocupa mesmo é o inchaço.)
Desde já um mt obrigado :)e parabens pelo blog []

O MASSAGISTA said...

Sr. José Eduardo
Não é muito normal haver um "inchaço" acentuado 5 semanas após o entorse. Desconheço quais as sessões de fisioterapia que está a fazer de momento mas, elas podem e devem contribuir para a sua diminuíção.
Para qualquer esclarecimento extra, queira (se assim o entender) entrar em contacto comigo via email para jcmvale@gmail.com ou pelo menssenger jcmvale@hotmail.com.
Obrigado pelas amáveis palavras acerca do meu blog e pela divulgação que dele faz. As melhoras.

O MASSAGISTA said...

Queria dizer Sr. João Eduardo. Peço-lhe desculpa pela troca do nome.

Valter said...

boas...
excelente blog este...
parabens!

eu e um colega meu estamos ambos lesionados no pe ... ele tem uma entorse na parte exterior do pe....e eu tenho uma dor no pe na parte que liga a perna ao pe...acho que e no ligamento....
ambos temos dores e nao sabemos o que fazer...
se nos podesse ajudar agradecia-mos...
obrigado

Anonymous said...

hey! gostei muito de ler este artigo. acontece que tenho outro tipo de lesão (tendinite) à mais de um ano e não sei o que fazer, porque me tem distanciado da actividade física. se alguem tiver algumas dicas, ou se o autor deste blog souber alguma coisa que me possa ajudar agradeço.

meu email: bboylilcrazy_dfk@hotmail.com

JOB said...

Muito bom o post mesmo! Tive uma entorse desse tipo a uma semana, e desde que tive um entorse mal resolvido no joelho, aprendi a não confiar mais nos clinicos gerais, e procurar me informar sobre o assunto antes de ir a um especialista!
Essa semana fui no ortopedista, que ao olhar meu pé, e recomendou 60 dias de repouso e gesso (realmente meu pé está feio), só que ao me levantar para ir ao banheiro ou beber agua, me da um dor terrivel na região do peito do pé... e a dor continua até q eu levante meu pé. Gostaria de saber se isso e normal...

Grato!

THE FISIOMAN said...

faça fisioterapia apenas com fisioterapeutas... NAO CORRA RISCOS DE SAUDE.
INTÉ

cynthia said...

é a primeira vez que entro no seu blog, gostei bastante das informações...mas tenho duas perguntas..depois do entorse, o edema do tornozelo diminui, mas fica apenas um lugar inchado, como uma bolinha, bem em cima do tendão lesionado..porque?? e porque mesmo depois de desinchar, os movimentos voltarem, parar a dor, aparece um estalo ao fazer movimentos de rotação do tornozelo???

Anonymous said...

caro massagista....
gostaria muito de saber qual a sua formação profissional??
médico, fisioterapeuta, enfermeiro??
grato...

pedro said...

ola sr.joao
axo k o seu blog interessante e por ixo devo dar-lhe os parabens.
eu tava aki a le-lo e suriu-m uma duvida d kual seria a maneira correcta d ligar o pe com a ligadura.
isto pk no mes paxado fiz rotura da tibiotarsica e ja e a segunda vez e agora tou a ver k tnho mm d m prevenir.
agradecia a sua ajuda por favor.
obrigado.

Anonymous said...

Ola tive uma entorse esta segunda, e gostava saber se era possivel ir a um evento na sexta, vou ter que andar muito.

O MASSAGISTA said...

Em resposta ao último comentário aqui publicado, como deve entender não é fácil responder-lhe com exactidão, uma vez que desconheço a gravidade do entorse. De qualquer maneira aconselho a recorrer ao seu médico para que este lhe possa diagnosticar a lesão e prescrever o seu tratamento.

Anonymous said...

Gostaria de saber quais os exames que se podem efectuar para uma entorse de grau 2/3, já fiz rx enão havia fractura,mas gostaria de ver os "tecidos moles", quais os exames a fazer?
E também queria perguntar se numa entorse pode haver alguma lesão de um musculo/tendão ou osso do lado exterior da perna mesmo acima do tornozelo,será o perónio?? Obrigado e Parabéns pelo Blog.

O MASSAGISTA said...

Caro amigo.
Em resposta à sua última questão, posso informá-lo que entre os exames complementares de diagnóstico mais usados encontram-se as ecografias e as ressonâncias magnéticas. Quanto à questão das consequências de um entorse a resposta é sim. Com o entorse podem ser afectados além dos tendões, os músculos e até os ossos. Dou-lhe um exemplo na 1ª pessoa: Eu fiz um entorse tibio-társico que devido ao facto de ter músculos e tendões fortes, me provocou um arrancamento ósseo.
Finalmente, obrigado pelas suas elogiosas palavras.

Anonymous said...

ola chammo-me andré e tenho 16 anos
eu tenho uma entorse de 2 grau no joelho na parte interior
e tou assim a cerca de 6 semanas tenho feito praticamente todos os dias alongamentos e bicicleta e logo a seguir gelo directamente mas nao sinto grandes melhoras pois nao consigo passar um bola sem dores.
fiz uma ecografia e acusou isso mas disseram melhor que era uma ressonancia magnetica e agora que a temporada acabou o clube nao tem o seguro.
Dia 11 de Agosto vai haver treinos em varios clubes que gostava de tentar como por exemplo o feirence e tou com medo de nao recuperar a tempo :S
abraços

Anonymous said...

tnh uma entorce no tornozelo esquerdo, e acontece que tnh dois derrames destintos, un na parte inferior do pé abaixo do osso exteriror do tornozelo e outro derrame acima deste osso, será so entorce ou pode ser alg mais? isto claro para alem do inxasso...

O MASSAGISTA said...

Por norma conjuntamente com o entorse acontece a rotura de tecidos. Com estes o derrame e o hematoma são naturais. Daí que a sua situação aparente os sinais normais associados a um entorse

hermosilha said...

bom dia...
interessante esta materia sobre entorses...colocaria uma questao aqui...
eu sou jogador de futsal...e tenho um passado muito ligado aos entorses...possivelmente pela juventude nao os ter resolvido da melhor maneira(mal curados) e neste momento jogo na prevençao com um pé elastico..mas noto k ainda n esta a 100%.
o clube onde jogo nao dispoe de massagista com apoio total a 100%..(motivos financeiros)...aconcelharam-me a usar ligadura em sustituiçao do pé elastico...que me aconselha?
sera k me poderia indicar a melhor forma de colocar a ligadura?

O MASSAGISTA said...

P/ Hermosilha
A melhor forma de ligar os pés é fazê-lo com a ligadura elástica, ligando o pé de forma a contrariar os entorses por inversão ou usando uma tornelezeira, com tiras de apoio.

jusko said...

Fiz um entorse no tornozelo à 6 dias, e na radiografia não tinha fractura. A verdade é que o inchaço foi brutal, e apesar de não ter dores quando estou sentado, quando me levanto e usando muletas, o sangue desce e doi-me um pouco. O pé ainda está bastante inchado e curiosamente dói-me a meio da perna se pressiono. Além disto, tenho alguns derrames que vão até ao joelho. Isto é normal? Devo fazer gelo ainda? Neste momento apenas estou a aplicar uma espécie de emplastro receitado pelo médico que mudo de 12 em 12 horas.
Obrigado

Anonymous said...

boas
estive a ler a informaçao que dipos no site e achei muito muito interessante, e gostava que me podesse ajudar. jogo no campeonato de futebol nacional de juvenis em portugal, e tive ja 4 entorses 2 das quais mais acentuadas que obrigaram-me a para por umas semanas..
a mais recente torci com o pé ligado, mas com uma entrada do meu colega mas nada muito forte, senti os ligamentos "estendidos", o massagista logo depois de ter feito a entorse pus gelo, durante uns 3 dias, apos os 3 dias panos de agua quente... na recuperaçao mandou fazer bicicleta com o a ponta do pé fazendo o ,movimento cima-baixo, isto durante uma semana. depois fui correr ja para o relvado.. com dores ainda, e o inchaço nao desaparecia e actualmente ainda com esse inchaço...
comecei a treinar esta semana apos 2 semanas e meia em recuperaçao.
mas esotu com dores ainda, incapacitado na mesma de fazer alguns movimentos, mas o o massagista do clube diz que é normal a dor, e que tenho que habituar-me a essa dor. devido a essa dor comprei uma pomada de aquecimento muito eficaz com o nome de musclor,que realmente aquece o pé de uma forma muito muito eficaz, mas dor continua, tenho medo em fazer pressao, arrancadas muito formes, remates "secos" fazem-me mesmo parar...
nao sei o que fazer mesmo, algum tratamento ficaz me recomenda??
gostava que me contactasse por email.. se fizer o favor, ou por correio electronico

obrigado,
fabiocristiano_8@hotmail.com

Quim said...

Cara amiga
Tive um entorse segunda a noite a jogar futebol, nao sentia o pe quando no momento em que o entorci... Fui ao hospital, fizeram me um raio X e puseram me gesso para durante 1 mês.. Mas eu desde o 1º dia que nao tenho dores, e faço força no pé para ver se dói e não doi. Pergunto se e possivel tirar já o gesso?

Anonymous said...

Boa tarde Massagista,
Obrigado por este blog, realmente explica bastante bem a situacao que ocasionalmente ocorre nos desportistas e nao so. Confesso que fiquei mais ilucidado sobre o assunto em causa bem como a forma de prevencao do mesmo.
Queria so ajudar na resposta a um dos comentadores que afirma que para alem de 5 semanas ainda tem inchaco do pe. A solucao e simples, colocar o pe dentro de uma alguidar com agua bem quente e adicionar a agua sal de cozinha. O sal possui uma propriedade que ajuda bastante e ao fim de uma semana o pe volta de certeza ao tamanho normal. Atencao nao aplicar esta solucao se o entorse acabou de acontecer, pois logo apos entorse devera ou nao haver hemorregia do pe pelo que nao e aconselhavel. Se por outro lado nao quiserem ter o pe negro com os chamados coagulos sanguineos poderam recorrer de um medicamento acessivel a qualquer um numa farmacia, qualquer um que contenha acido ascorbico. O acido ascorbico diminui a fluidez do sangue e assim o pe devera ficar amarelo por algum tempo em vez de negro.

Obrigado,

Nathalie said...

Boas,
tenho o pé inchado e com algumas dores á mais de 5 semanas. ja fui ao hospital e a um endireita e continua na mesma. ja me fartei de tomar anti-inflamatorios, mas nem posso tomar mais por causa do estomago. tambem andei a por uma pomada e nada.. continuo co pe inchado na parte de cima do pe, e doi-me em certos pontos quando lá carrego (ao pé dos dedos por exemplo)...
Não sei o que fazer mais, ja estou farta de estar assim, consigo andar bem, só as vezes é que um dia ou outro tenho dores a andar...Mas o inchaço aparece sempre. que eide fazer?

O MASSAGISTA said...

Cara Nathalie
Para que lhe possa aconselhar de modo mais correcto e seguro, queira entrar em contacto comigo para o meu email: jcmvale@gmail.com
Obrigado

Helder said...

boas! com o utilizador "cynthia" disse, ao andar ou a rotacionar o pé, o mesmo dá um "estalo"!! No meu caso na fase final da cura, ao andar normalmente, a cada passo que dou, ouve-se um "estalo" no tornozelo! É normal?! Acaba por desaparecer?! Obrigado.

Anonymous said...

Eu gostaria de saber se entorse tem cura de 100%, porque há 5 meses que estou com uma de tornozelo... Já tomei antinflamatório (receitado pelo médico), fiz fisioterapia e a única coisa que melhorou foi que não está mais inchado, mais continua doendo, o que eu faço... Me responda please!!!

Anonymous said...

Parabéns pelo Post. Gostava de saber o tempo de duração da recuperação de uma entorse da tibio-tarsica de grau 3?! Obrigado.

David Borges said...

Quanto tempo demora a recuperação de uma entorse na tibio-tarsico de grau 3? Obrigado

Anonymous said...

Boa tarde. Desde já parabens pelo excelente trabalho que presta a comunidade virtual. TEnho uma duvida, na 6feira passada, após um jogada de futebol em grande velocidade o gredes da equipa adversaria "varreu" a bola e o meu pe com grande intensidade tendo ficado varios minutos sem sentir o pé, tendo receado o pior. Apos isso o pé inchou bastante na zona do tornozelo direito, contudo a entrada foi à parte interior do pé direito uma vez que me preparava para colocar a bola em arco. O diagnostico do hospital apos raio x foi de que eu tinha contraido uma luxação, e hoje recebo o diagnostico do fisioterapeuta em como tenho uma entorse na tibio tarsica, segundo este com gravidade. A minha duvida reside no tempo de recuperação, e especialmente se a recuperação pode ser feita sem recurso a fisioterapia, ou se for necessario, quais os efeitos positivos que esta tem. Um muito obrigado, cumprimentos.

Anonymous said...

Olá...tenho uma entorse e estou parada há quase 5 semanas e ando de muletas proibida de por o pé no chão
A minha pergunta é a seguinte...vou ter que fazer fisioterapia?
Muito Obrigado
Cláudia

Anonymous said...

Boa noite, acabei de me magoar a jogar futebol.
Penso que torci o pé, e tenho uma dor intensa quando pouso o pé para andar.
Já fiz 15 minutos de gelo.
Como tratamento aconselha-me a fazer gelo e repousar durante quanto tempo?
Artur

Fábio said...

Boa noite. Acidentalmente tive um entorse no tornozelo, e no RX que fiz apresentou um bocado do osso lascado, ou seja uma fractura. Agora estou com gesso para 4 semanas +\- e queria saber se isso é considerado um arrancamento ósseo e se estou sujeito a cirurgia.

Cumprimentos.

André said...

Helder e cynthia:

Eu desde que torci o tornozelo direito ha uns anos que sou capaz de reproduzir esse estalido quando rodo o pé no sentido em que o torci (anti-horário)... por isso sim, deve ser normal.

Como recentemente voltei a torce-lo, 2x, gostaria de saber como posso reforçar os tendoes e os músculos nessa zona de modo a prevenir, complementando assim a meia elástica.

Obrigado.

Anonymous said...

Muito bom post!

Sou jogadora de futsal e na minha "carreira" já tive muitos entorses, alguns mal curados por falta de conhecimento tanto meu como das pessoas que me acompanhavam. Neste momento, ligo sempre os pés para treinos ou jogos. Sinto-me confortável com as ligaduras, aliás, sem elas jogaria a medo...
A equipa onde estou agora leva todo o tipo de lesões muito a sério e recomenda sempre o RICE;)

Lia Relvão

Anonymous said...

Como andar com uma canadiana ou uma muleta?

Cáli said...

Boa Tarde
Há cerca de um mês a jogar á bola estiquei o musculo da coxa da perna direita .Gelo , e depois Voltaren-Gel e Ananase durante três dias , dor passou e voltar ao futebol .Demorou 5 minutos .Parar duas semanas , numa delas com a ajuda de um fisioterapeuta , Quinze dias depois e sem dores joguei a segunda parte sem problemas .Agora neste sabado que passou uma primeira parte bem mas no começo da segunda parte volto a esticar e volta a dor .Nestes ultimos dias mais gelo e agora o que poderei fazer a seguir ?
Obrigado

maria said...

onde devo comprar as ligaduras e como devem ser?

maria said...

queria saber onde comprar umas ligaduras e de que tipo pois já tive algumas entorses e como as meias elásticas são caras e nao tem o mesmo efeito das ligaduras prefiro optar por comprar ligaduras para prevenir as entorses

Tomás said...

olá, eu pratico futebol, mas antes disso tive um arrancamento do osso na parte da virilha, tendo assim resultado numa solidificaçao do mesmo, na forma de cone, retirando a minha flexibilidade na perna esquerda. Nesse momento nao fui ao medico porque pensava que passava de um dia para outro, mas afinal nao. agora sempre que caio de uma forma, acabo por me lesionar facilmente e doi muito nessa parte. Os massagistas dizem que é a virilha mas nao é. eu fiz a tac e tinha o osso em forma de cone.
que posso fazer?

Belmira Ribeiro said...

Boa noite, tenho estado a ler os posts sobre entorse tibio-tarsica, mas estou um pouco baralhada... o meu namorado fez uma entorse a jogar futebol mas achou que ia passar... pos gelo, tomou anti-inflamatorio,mas o facto é que quase 2 meses depois ainda não consegue jogar... foi ao hospital disseram k não tinha nada partido e mandaram para a medica de familia... ela mandou fazer uma ecografia e diz:marcado espessamento do ligamento lateral interno e volumosa coleção semi-liquida que envolve o tendao tibial posterior em relação cpm anterior entorse (tenossinovite)
O que lhe parece??? tentou marcar consulta e tratamento de fisioterapia mas só para daqui a 15 dias... o homem está desesperado :( o que pode fazer entretanto? o farmaceutico disse para ele usar pé elástico... será que deve dormir com ele tb???
Obrigada

Anonymous said...

Boa tarde. Fiquei sem perceber o que é uma ligadura elástica. Normalmente quando sofro uma entorse ligo o pé com uma ligadura dita tradicional, em pano. Estas ligaduras que uso são em pano mas sempre pensei que estas ligaduras fossem aquelas a que chamam de elásticas. Pode por favor esclarecer-me esta dúvida? Obrigado.

Duarte Costa

Anonymous said...

Boa noite! tive uma entorse a 3 semanas em um jogo de futebol :(, e na primeira semana , não guardei o repouso, hoje ainda sinto algumas dores e ainda tenho um certo inchaço, gostaria de saber o que devo fazer pra melhorar? tenho feito gelo e tomado anti n- inflamatorio.
Com os melhores comprimentos.
Vinicius Souza.

Anonymous said...

Obrigada pelo texto esclarecedor xD Felizmente,nunca tinha feito uma entorse, mas como ha sempre uma primeira vez para tudo,na semana passada fiz uma entorse. E hoje fui ao médico e ele disse que tinha uma entorse grau III,mas a verdade é que fiquei sem saber até que ponto isto era grave. Ao ler este texto,fiquei bastante esclarecida,nao so qt à gravidade da lesão,mas tb com os cuidados a ter a partir daqui. Vou-me lembrar de ligar sempre os tornozelos,pq não gostei msm nada das dores que tive! Obrigada

sandra viana said...

Boa noite Sr.João, venho pedir a sua opinião sobre uma queda q o meu pai teve. Ele caiu de 1 escada(estava a podar) há 3 semanas, batendo com a planta de 1 dos pés com muita violencia num pequeno muro que rodeava a videira. Fui c ele ao hospital, fez rx e naõ tem nada partido. Esteve em repouso este tempo todo, mas tentou ir trabalhar hoje e teve q usar 2 canadianas, pois não consegue pousar p pé no chão e está muito inchado. Deitando se, o pé volta ao normal. Há algun exame mais especifico q ele possa fazer, para ver o q se passa com o pé? Poderam ser tendões ou ligamentos, não é?Agradeço sua opinião. Cumptos, sandra viana ( tem aplicado hirudoid pois o pé por baixo ficou escuro)

Marta said...

Quando é que eu devo usar a água quente com sal?

Anonymous said...

Bom dia. Estive a ler todas as perguntas e respostas sobre a questão dos entorses e reparo que à maioria das perguntas estas não têm respostas pelo "massagista". É pena porque estão aqui perguntas pertinentes que repondidas seriam muito úteis para todos, onde, obviamente me incluo. Também tive um entorse do tornoselo ao colocar um pé num buraco da estrada, só tenho colocado gelo e descansado nestes quase quinze e não sei se vou recuperar ou se tenho que fazer algum tratamento especial. Obrigado pela atenção cpontoal@hotmail.com

João Carlos said...

Em resposta à questão colocada pela Marta a resposta é que pode usar a água quente com sal, desde que não se verifique a existência de derrame, pois senão irá agravar o mesmo.

João Carlos said...

Em relação à questão colocada pelo utilizador do email cpontoal@hotmail.com, o que me apraz dizer é que ao final de 15 dias o entorse, já deveria estar debelado se o mesmo fosse de grau I. O gelo e o repouso são fundamentais para a sua recuperação. De qualquer modo deverá em minha opinião, recorrer a alguém com conhecimentos para que possa mexer na articulação e melhor diagnosticar o seu problema. Muitas vezes a administração de fármacos é necessária nestes casos, mas como digo, só mexendo se consegue ver melhor.
Em relação à critica que me faz, penso não ser justa pois, dentro das minhas possibilidades respondo sempre às questões que me colocam (dentro das minhas limitações de tempo e cognitivas). Uso para o efeito um novo post a que chamo consulta on-line ou pergunta colocada por leitor, como pode vizualizar neste blog. Por fim os meus agradecimentos pelas suas amáveis palavras

Filipe said...

Gostava de saber qual era o tempo minimo de recuperar 100% de uma entorse de 1º,2º e 3º grau??.. gostava que responde-se obrigado..

João Carlos said...

Filipe.
Quando devida e atempadamente tratado, o entorse de Grau I, demora 1 a 2 semanas para recuperar.
Grau II - 3 a 6 semanas.
Grau III - Mais de dois meses

Marta said...

Bom dia,
Caí das escadas do metro fez ontem 2 semanas. Quando me desloquei às urgencias do hospital fui extremamente mal atendida e na altura o médico não me prescreveu nenhuma medicação (pôs-me apenas uma ligadura no pé e disse para andar de canadianas durante 10 dias, visto nao ter havido fractura). Entretanto comecei a ver o pé demasiado inchado e negro por isso fui até a um fisioterapeuta que me disse que tinha feito uma entorse da tibio-társica (mas não me disse em que grau). Já fiz 5 (de 15) sessoes de fisioterapia, faço layser, ultra-sons, massagem de gelo e penso eu, elecrofrequencia...
Gostaria de perguntar, durante mais ou menos quanto tempo ainda terei de andar de canadianas? Já vou conseguindo por o pé no chão, sem fazer carga, mas o que mais me custa são mesmo as canadianas...
Esquecime de referir que o pé já desinchou bastante, agora tenho apenas o tornozelo (parte interior e exterior) ligeiramente inchados e ainda negro...
Desde já muito obrigada pela atenção dispensada,
Os meus cumprimentos.

João Carlos said...

Cara Marta.
Os dados que me dá são manifestamente insuficientes para fazer uma correcta análise do seu caso. As canadianas devem ser usadas, enquando houver instabilidade na região/articulação afectada. Caso queira, adicione-me ao seu msn (jcmvale@hotmail.com) para que possamos "conversar" melhor ou pelo email jcmvale@gmail.com.
Atentamente,
João Vale

Diogo Cruz said...

A jogar futsal, torci um pe, e após varias opinioes erradas sobre a minha lesão, fiz uma ressonancia magnetica que me apresentou o seguinte resultado:


cortes axiais ponderados em T1, T2 e T2 com saturação da gordura, sagitais ponderados em T1, T2 com saturação da gordura e em eco de gradiente e coronais ponderados em T2 com saturação da gordura.

O ligamento perónio-astragalino anterior encontra-se francamente espessado e heterogéneo, mal definido, em relação provável com ruptura. O ligamento perónio-calcaneano encontra-se também muito heterogéneo mas adelgaçado, provavelmente com a mesma etiologia . As fibras mais profundas dos ligamentos do complexo deltoíde também se encontram heterogéneas em relação com antecedentes de entorse.

Derrame tibio-társico de moderado volume.

Tudo o resto não apresenta alterações relevantes.


Visto que a lesão ja foi a dois meses, qual considera ser a melhor solução?

Recuperação conservadora, ou cirurgia?

felipe said...

Caro amigo , sou do Brasil . Mas entendi perfeitamente . Estou com uma lesão de grau 3 . Com tala (bota ortopedica) e faixa . A lesão ocorreu no dia 06 , porém antea dessa data comprei um ingresso para o show do Iron Maiden , será que no dia 24 estarei andando pelo menoa devagar? Um forte abraço

sara marinho said...

Boa Noite! eu fiz uma entorse com derrame, e já vai fazer um mês que estou assim, já fiz gelo, já fui ao médico já fiz de tudo e não há maneira de ficar bom! uns dias fica bom, outros dias pior.
Será que alguém me pode ajudar?
OBRIGADA

sara marinho said...

Boa noite!
fiz uma entorse com derrame, vai fazer um mês e já fiz de tudo, fiz gelo, fui ao médico e não há maneira de ficar bom, continua inchado, um dia melhor e outro pior.
Alguém me pode ajudar p.f
Obrigada

João Carlos said...

Boas tardes Sara Marinho. Com os dados que me dá não posso dar-lhe um conselho totalmente eficaz. Contacte-me (caso queira) para o email jcmvale@gmail.com ou pelo msn (jcmvale@hotmail.com) ou ainda pelo facebook.